sexta-feira, 17 de julho de 2009

Filinto Elísio - Li Cores & Ad Vinhos (Ricardo Riso escreve orelha do livro)

Prezados(as),

A seguir estão as fotos (tiradas por Yana Campos) do meu primeiro texto em orelha de livro. Trata-se do LI CORES & AD VINHOS do cabo-verdiano Filinto Elísio, publicado em abril/2009 pela editora portuguesa Letras Várias. O livro chegou até as minhas mãos pela generosidade da Profa. Simone Caputo Gomes (USP), que também me presenteou com o seu CABO VERDE: LITERATURA EM CHÃO DE CULTURA, lançado pelo Ateliê Editorial.


O trecho publicado no recente livro de Filinto Elísio é uma resenha do livro Das Frutas Serenadas e está, na íntegra, no endereço abaixo:

http://ricardoriso.blogspot.com/2009/01/filinto-elisio-percorrendo-o-incendio.html

Agradecimentos especiais aos amigos Filinto Elísio e Fernando Elias (Mito), às Professoras que tanto me ajudam e ajudaram: Norma Lima (UNESA), Simone Caputo Gomes (USP), Carmen Lúcia Tindó Secco (UFRJ) e Maria Teresa Salgado (UFRJ), e a todos os meus amigos e familiares que sempre me incentivaram.

Abraços,
Ricardo Riso

9 comentários:

Val Du disse...

Oi, Ricardo.
Muito bom. E que venham muito mais.

Abraços.

Ricardo Riso disse...

Olá, Val Du!
Continuarei me aprimorando...
Muito obrigado pelas palavras!
Bjs!!

Denise Guerra disse...

Meu querido, este é mais um pontinho iluminado da sua luz tão brilhante, você merece todos os bons frutos que colhe!!Que felicidade a minha de ter um amigo como você!!Parabéns!!Grande beijo!!!

Ricardo Riso disse...

denise,
vc é parte deste processo, tão-somente
bjs!!

Manuel Estevao disse...

Olá Riso
Devido à digressão à Praia - Cabo Verde, não pude falar um pouco da tua visão sobre o nosso espectáculo "No Inferno" de Arménio Vieira. Aproveito agora para reconhecer a tua grande sensibilidade pelo que se faz nestas Ilhas "afortunadas" e pela destreza com que a descreves. Sabes muito bem o que fazes. Estou lisongeado por ter-te conhecido e, se quiseres, passar a ser teu amigo.

Ricardo Riso disse...

Prezado Manuel Estevão,
muito obrigado pela generosidade do seu comentário que me deixaram bastante emocionado. Aliás, esta tem sido a tônica do meu envolvimento com Cabo Verde.
Fico feliz por obter o reconhecimento de vocês, artistas, pelo que faço daqui deste lado do Atlântico.
Recuperando as palavras claridosas de Jorge Barbosa ao poeta Manuel Bandeira, serei sim, seu irmão neste lado do Atlântico.
Um grande abraço do
Ricardo Riso

PS: Manuel Estevão é o ator principal da belíssima peça "No Inferno", dirigida por João Branco e texto de Arménio Vieira. ME está fenomenal no papel, tão-somente.

Norma Lima disse...

Querido Ricardo, meus parabéns de sempre.
Você é uma flor do meu jardim literário. Pra dizer a verdade, com todas as dificuldades que nós passamos aqui no Brasil para trabalhar com essas Literaturas, para estabelecer este diálogo e ter sempre outras e outras flores, eu diria que, pela nossa resistência, estamos mais pra cactus.
Podemos não ser bonitos.
Mas somos fortes.
E teimosos.
Uma teimosia de amor e de esperança.
Eu fiz uma singela homenagem a você no meu blog.
Espero a sua visita lá, para um abraço.
Obrigada por não desistir e, sendo meu aluno, muito me ensinar.
http://culturaafrobrasileira.blog.terra.com.br/

Ricardo Riso disse...

Só tenho a agradecer a você, Norma, que foi quem me mostrou o caminho da travessia do Atlântico.
Contigo, aprendi que a distância que nos separava do continente africano era menor que um córrego e que o verdadeiro e profundo oceano eram as literaturas africanas de língua portuguesa.
Muitíssimo obrigado por tudo o que já fizemos e compartilharemos no futuro, pois cactual somos.
bjs!!!

Denise Guerra disse...

Feliz dia do Amigo meu querido!!!Bjs!!!