terça-feira, 30 de setembro de 2008

IX ALADAAB – breves considerações


Inscrevi-me no congresso IX ALADAAB – Sociedade Civil Global: Encontros e Desencontros, ocorrido na Universidade Candido Mendes/RJ entre os dias 25 e 27 deste mês.

No primeiro dia do congresso, só pude participar durante a parte da manhã e fui para o grupo de trabalho “Ensino de História da África e do Negro no Brasil”, coordenado pela Profa. Monica Lima, porém, naquele dia, a mediação ficou por conta da Profa. Carla Lopes. Nas comunicações apresentadas, ficou evidente a dificuldade em implementar projetos para a Lei 10.639, tais como a falta de recursos, carência de material didático, preconceito, resistência por parte da escola e professores entre outros, que são, por outro lado, barreiras suplantadas com esforço, dedicação, criatividade e muito trabalho por parte daqueles que se propõem a desenvolver um projeto. No geral, gostei do que vi, principalmente pela garra dos colegas que partem praticamente do zero, elaboram seus trabalhos e os aprimoram no decorrer do processo revendo conceitos e buscando alternativas. Parabéns a todos!

No dia seguinte, fui para o grupo de trabalho organizado pela Profa. Dra. Rita Chaves, “As Literaturas Africanas na Contemporaneidade”. Revi a querida Profa. Dra. Simone Caputo Gomes, que tantas vezes me ajudou nos assuntos referentes à literatura e artes plásticas cabo-verdianas, a sempre sorridente Rita Chaves, e conheci a colega da USP, Érica Antunes Pereira, freqüentadora daqui do blog, que participa de várias comunidades no Orkut sobre as Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. Sobre os trabalhos apresentados, fiquei impressionado com o altíssimo nível dos mesmos, com menção especial para o panorama dado pela Simone Caputo a respeito da produção literária cabo-verdiana no pós-independência, com a excelência costumeira.

Simone Caputo ainda anunciou a “Semana de Cabo Verde”, que acontecerá de 25 a 28 de novembro na USP. Com a presença de José Luís Hopffer Almada, Filinto Elísio, Corsino Fortes, Kiki Lima e outros. Em breve, maiores detalhes serão noticiados aqui no blog deste importante evento para a ampliação dos estudos cabo-verdianos no Brasil. E estarei lá!

À tarde, dei uma passada no grupo de trabalho “Angola, Cabo Verde e Moçambique: as Literaturas e as Artes”, coordenado pela Profa. Dra. Carmen Lucia Tindó Secco. Tive o prazer em revê-la e ouvi três belas comunicações que trilhavam a linha tênue entre a Literatura e a História, sendo que duas envolviam a obra de José Saramago em comparação com os angolanos Pepetela e Boaventura Cardoso, e a outra investigava a história angolana através do romance “O vendedor de passados” de José Eduardo Agualusa.

Depois disso, tive a felicidade em encontrar três colegas, Denise, Carlinhos “Doutor” e Cristina, que formaram comigo a primeira turma da pós-graduação África/Brasil: laços e diferenças, da Universidade Castelo Branco. Deu para matar a saudade!

Ao final do evento, fiquei com uma ótima impressão do que participei e destaco a excelência dos trabalhos apresentados, a oportunidade de reencontrar pessoas que estimo, conhecer novos colegas e ampliar os contatos na área. Valeu!

Ricardo Riso

4 comentários:

denise disse...

Oi Ricardo! Adorei o seu blog, frequentarei mais vezes e com mais calma. Valeu por ter socializado suas considerações sobre o ALADAAB, já que não estive nos seu GTs gostei de ter uma noção dos grupos que vc frequentou. grande beijo no coração! Denise Guerra.

Ricardo Riso disse...

Olá, Denise!!! Tudo bem?
Realmente gostei do pouco que participei do ALADAAB, pois ajudou a me situar em relação ao que pesquiso.
Obrigadão pela visita!! Apareça outras vezes!!
Bjs!!!

SIMONE disse...

Ricardo, meu querido:
Sou também habitué do blog e agradeço a menção ao meu trabalho. Você é um brilhante entusiasta das Africanas e esperamos contar sempre com a sua participação nos eventos que envolvem a área.
Abração da
Simone (Caputo Gomes)

Ricardo Riso disse...

Prezada Simone,
maior incentivo que este não há. Fico grato com as suas visitas e este blog é um espaço aberto para você divulgar as novidades de Cabo Verde.
Um grande abraço!!
Ricardo Riso