segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Estácio: desrespeito total com alunos

A seguir o relato escandalizante de uma colega, estudante de Psicologia - campus Méier, acerca dos problemas com a Universidade Estácio de Sá, em e-mail enviado no dia 17 de agosto de 2008.

Penso que deveríamos unir o maior número possível de alunos, de diferentes cursos (principalmente, Direito) para nos defendermos dos abusos da Unesa, com uma mobilização consciente e organizada amparada em nossos direitos de consumidor.

Abraços,
Ricardo Riso

-------------------------x-------------------------
Olá Ricardo,
Meu nome é Natividade Santos e sou aluna do curso de Psicologia do campus Méier-Millôr.O seu e-mail chegou até mim, talvez porque assim como vc, vivo encabeçando e-mails para reclamar os nossos direitos.
Já enviei e-mail para o Mec e eles responderam dizendo não poder fazer nada e me mandaram entrar em contato com o órgão responsável pelo ensino superior no Rio. Meus profs e coordenadores vivem nos aconselhando a entrar no PROCON, pois o que eles estão fazendo conosco é ilegal. Já contatamos advogados e os mesmos nos disseram que qto a mudança de campus, é legal o que a Estácio fez, mas quanto ao demais, é um total desrespeito.
Não sei quanto ao curso de Letras, mas quanto ao curso Psi, a coisa começou a dar errado desde que mandaram embora nosso coordenador e com ele, um grupo de professores com a alegação de que os mesmos tinham cargo de coordenador em outras instituições de nível superior. Isso começou naquela época em que acabaram com as coordenações. Tínhamos a melhor equipe de professores de todos os campi e muitos são referências na área de saúde ou psi no RJ. Hoje temos poucos bons e os que estão sendo contratados são amigos do diretor do curso, e sinceramente, deixam muiiiiito a desejar. Sou professora e acho que devido a isso, sou muito exigente. Gosto de ter aula e não de fingir.
E sem falar nas matérias que abrem e fecham na mesma semana, nos obrigando a fazer inúmeras grades diferentes, e muitas vezes cursar a matéria em outros campi. Numa conversa com a Sra. Eliane Hipólito, deixei bem claro a ela, que quando escolhi o campus Méier turno manhã para fazer meu curso, não tinha a mínima intenção de estudar na Barra, no R9 ou no Rebouças, e muito menos à noite ou à tarde. Me recuso a ir para outros campi, até porque eu ia a pé da minha casa ao campus (agora terei que pegar ônibus, o que não fazia parte dos meus gastos), mas para me formar dentro do prazo, atualmente estudo manhã, tarde e noite.
E não vamos nos esquecer de que os cursos que ainda estão tendo aulas à noite no Millôr, são os cursos que terão aulas no anexo (Rua Venceslau, Colégio Nota Dez) e isso a Estácio não está informando. Ou seja, amanhã, segunda irei para o Millôr à tarde e para o Méier à noite. Terça tenho estágio no SPA(Norteshopping),quarta manhã Millôr e noite Méier..Que maravilha!!!

Infelizmente a Estácio só nos vê como dinheiro. Somos clientes, e como clientes temos direitos!! Um amigo meu que cursava Informática no Méier foi convidado a escolher qual o campus gostaria de ir: Nova América, Praça Onze, Madureira, ele escolheu P. Onze pois está fazendo projeto final e seu grupo para lá foi. Ele mora aqui no Engenho Novo. A turma dele decidiu que ao terminar o curso no próximo semestre entrará na justiça por perdas e danos.
Fico por aqui e conte comigo.
Abraços,
Nati Santos

2 comentários:

Anastácio Soberbo disse...

Parabéns pelo Blogue.
É muito bonito, gosto do que leio e vejo.
Um abraço desde Portugal

Ricardo Riso disse...

Obrigado pela visita e elogio ao meu cantinho na imensidão da web, Anastácio!
Volte sempre!
Um abraço deste lado do Atlântico.
Ricardo Riso