segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Conceição Evaristo - Ponciá Vicêncio (excerto)

"Um dia o coronelzinho, que já sabia ler, ficou curioso para ver se negro aprendia os sinais, as letras de branco e começou a ensinar o pai de Ponciá. O menino respondeu logo ao ensinamento do distraído mestre. Em pouco tempo reconhecia todas as letras. Quando sinhô-moço se certificou de que o negro aprendia, parou a brincadeira. Negro aprendia sim! Mas o que negro ia fazer com o saber de branco? O pai de Ponciá Vicêncio, em matéria de livros e letras, nunca foi além daquele saber."

(EVARISTO, Conceição. Ponciá Vicêncio. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2003)

2 comentários:

Denise Guerra disse...

Lindooo, amigo!!!Nossa querida Mestra encanta a todos mesmo, não é atoa que este livro já foi traduzido em outras línguas para outros países. Viva esta beleza de cultura, arte, poesia, sentimento, pertencimento que a Drª Conceição Evaristo nos proporciona em Ponciá Vicêncio! Bjs!

Ricardo Riso disse...

Conceição sempre nos ensinando...

bjs!!!